[Artigo Oficial] As Maravilhas do Mundo Tibiano!


Hauopa!

Todos nós temos uma ideia do quão maravilhoso pode ser o mundo tibiano. No artigo oficial deste mês, nosso velho conhecido Amaro convida a todos para conhecer e se maravilhar com surpreendentes monumentos tibianos.

Embarque nesta aventura, participe da enquete especial (aqui) e nos conte quais suas maravilhas tibianas favoritas!


 

Queridos tibianos,

Talvez, alguns de vocês me conheçam como Amaro, o bravo aventureiro, outros como Amaro, o amigo dos rotworms, ou ainda outros como Amaro, o esforçado carteiro e pau para toda obra. Alguns, até, podem nem me conhece.

Mas, independentemente disso, venho agora até vocês para apelar para seu espírito tibiano, para sua adoração e carinho pelo belo mundo de Tibia, mundo este no qual vivemos e chamamos de lar. Sabemos que os tibianos sempre apreciaram tudo o que foi construído por seus antepassados. Graças a pessoas desconhecidas, o conhecimento tem sido preservado em um livro para as futuras gerações.

Assim, oito criações extraordinárias que resistiram ao passar do tempo receberam o título de Maravinhas do Mundo Tibiano, são elas:  o Colosso de Kazordoon; a Black Pyramid de Dracônia; o Great Lighthouse Tree de Ab’dendriel; a Thorntower de Shadowthorn; a cidade subterrânea de Mintwallin; a cidade piramide de Ankrahmun, Black City of Skulls  e Great Lava Falls, ambos em Hellgate.
No entanto, o mundo tibiano tem muito mais para oferecer! Ao longo das minhas viagens tenho visto muitas obras-primas resultantes de grande habilidade artesanal e uma ideia começou a se formar em minha cabeça: se apreciamos tanto outras maravilhas clássicas, por que não reconhecer oficialmente estes monumentos como maravilhas do mundo tibiano? Seriam oito novas maravilhas, escolhidas por tibianos, que também representassem ao longo da história do Tibia sua rica herança cultural.

Então, com o apoio da Adventurers’ Guild e da the Explorer Society, foi elaborada uma relação com 16 surpreendentes monumentos, cada um deles representa o talento, a criatividade e ambição dos tibianos.

Agora, cabe a cada um de vocês, representantes do povo tibiano, escolher oito novas maravilhas do tibiano que serão oficialmente reconhecidas como tal.  Assim, em uma enquete especial que ficará aberta até dia 30 de março (19:00 BRT),  você poderá voltar nos oito momumentos que você considerar merecedores do título. Assim que o resultado oficial for divulgado, as novas maravilhas serão oficialmente reconhecidas e será encomendada a confecção de um livro que, no próximo verão, será adicionado a biblioteca da Isle of the Kings.

Assim, como a honrosa tarefa de anunciar os candidatos a novas maravilhas foi a mim, confiada, aproveito este documento para isso. Notem, contudo, que a ordem de anuncio não segue a nenhum critério especial.

Então, Tibianos, é chegada a  hora de admirar! Ajudem a preservar a herança de nossos ancestrais!

Atenciosamente,
Amaro de Quester

***********

P.S. Se, por alguma razão,  você não estiver de acordo com os candidatos apresentados, envie uma reclamação formal para a Explorer Society aos cuidados de Amaro,  o explorador.


Monumentos candidatos a novas maravilhas tibianas:

Noodles Academy of Modern Magic

Indicação apoiada por: Noodles.gif

artigooficmarço15img2Mesmo ao longe, as sete imponentes torres da Noodles Academy of Modern Magic de Edron brilham reluzentes como o melhor dos marfins. Foram construídas por ordem do rei Tibianus III, com o objetivo de abrigar os melhores cientistas do mundo em cada um dos campos da magia. E, claro, ele batizou esta instituição real com o nome de Noodles, seu inteligente poodle. Atualmente, este enorme edifício abriga uma riqueza tão grande de conhecimentos que é reconhecido, não só pelo reino de Thais, mas também além dele, como um grande centro de referência para a ciência e a pesquisa.

 

Estátua do God King Qjell

Indicação apoiada por: Lagatos  Lagatos.gif

artigooficmarço15img3Nas profundezas do mar, podemos testemunhar a herança da impressionante cultura Njey. Embora todo o reino deepling seja um magnífico espetáculo a nossa visão, seu maior tesouro fica no centro protegendo-os silenciosamente conta a insaciável reivindicação do mar: a estátua do god king Qjell, no altar de culto. Sua beleza hipnotizante e grandeza deixam-me alguns minutos sem palavras, o que é digno para o lugar sagrado de devoção a Qjell.

Os Njey não são receptivos com os forasteiros, mas o risco vale a pena para poder ver com seus próprios olhos este monumento iluminado pelos raios dourados que vem da superfície.

 

 

O Grande Portão de Zao

Indicação apoiada por: Zalamon.gif

artigooficmarço15img4O grande portão de Zao, remanescente do outrora poderoso império Lizard, é outro monumento de tirar o fôlego. Ele nos lembra a uma época na qual  Zao ainda não estava contaminada pela corrupção, quando a terra ainda era conhecida por sua beleza e glória ao invés da morte e decadência. O portão é adornado por esculturas gigantes esculpidas por notável habilidade artesanal e acolhia os viajantes que se dirijam para a cidade imperial de Razachai. Contudo, atualmente, funciona como uma barreira, uma fortaleza fortificada com paliçadas de madeira para retardar a propagação da praga devastadora que tomou conta do norte de Zao

 

Banuta

Indicação apoiada por: Hairycles.gif

artigooficmarço15img5Em meio a densa e exuberante vegetação de Tiquanda, encontra-se uma obra prima da cultura Lizard. Embora o tempo tenha deixado suas marcas nos pagodes de banuta e a frequente presença de todos os tipos de primatas perturbe a atmosfera tranquila do local, uma visita ao templo desta antiga cidade é uma experiência fantástica. Lá, você pode ter uma ideia da quão grandiosa fora a cidade no passado, quando ainda era governada pelos lizards, antes da rebelião de seus escravos, os macacos. Banuta também representa o poder da natureza em recuperar o que outrora foi uma selva fechada, desprovida de qualquer forma de civilização.

 

 

Parte interna da cidade de Yalahar

Indicação apoiada por: Palimuth.gif

artigooficmarço15img6Yalahar já foi uma grande e próspera cidade, ponto culminante e referência da civilização Yalahariana. Porém, com o misterioso desaparecimento do Yalahari, veio a triste ruína de sua cultura. A maioria dos distritos caíram em decadência, alguns chegaram até mesmo a serem destruídos. A exceção é a parte interna da cidade, que com suas construções em um branco radiante e com torres altas e pontiagudas e suas esculturas douradas, ainda reflete o antigo esplendor da cidade. Atualmente, o lugar é quase como um museu, cada edifício dentro do círculo interno da cidade pode ser encarado como uma exposição particular, demonstrando a riqueza e o luxo do Yalahari anterior e suas noções a cerca beleza do sublime.

 

 

Dark Cathedral

Indicação apoiada por: Lorbas.gif

artigooficmarço15img7Planejada para ser a maior catedral de todos os tempos, um monumento único representando a vitória do bem sobre o mal, um lugar sagrado sem comparações, foi destruída pouco antes de sua conclusão por um terremoto devastador. Alguns afirmam que o terremoto foi um castigo divino em virtude da vaidade dos homens. Outros, porém, atribuem a tragédia a poderes demoníacos. E, há ainda os que tentam explicar o ocorrido como consequência da atividade vulcânica natural no subsolo da região. Qualquer que seja a explicação, o incidente só fez aumentar a lenda sobre este local que agora é chamado de Dark Cathedral. Até mesmo suas ruínas são tão impressionantes que é impossível não se impressionar com a singular habilidade de seus construtores.

 

 

Beregar

Indicação apoiada por: Emperor_Rehal.gif

artigooficmarço15img8Nas profundezas das entranhas da terra, uma cidade misteriosa é o centro de um complexo sistema de mineração. Não é facilmente encontrada, mas, a viagem até lá vale a pena. A cidade escondida de Beregar é um dos melhores exemplos da excepcional habilidade dos anões, que, especialmente nesta grande cidadela, fornecem uma visão ao mesmo tempo humilde e inspiradora. Por muito tempo, duas tribos de anões habitaram a cidade, mas, devido a um conflito mal resolvido entre elas, uma deixou o local enquanto a outra, desde então, o guarda.

 

 

Ashta’daramai e Mal’ouquah

Indicação apoiada por:    Gabel.gif e Malor.gif

artigooficmarço15img9A guerra civil entre blue e green djinns é uma triste e trágica história de ódio mútuo que tem inflamado o coração dos djinns desde então. Contudo, ambos são capazes de feitos extraordinários, como podemos constatar ao visitar suas respectivas fortalezas. Ashta’daramai, fortaleza dos blue djinns, é um elegante edifício erguido por Gabel que irradia harmonia e serenidade em honra a Daraman e seus ensinamentos. Enquanto que Mal’ouquah, forte dos green djinns criado por Malor, é um monumento grande, volumoso e imponente, embora um pouco sombrio.

 

 

Razachai 

Indicação apoiada por: Awareness_of_the_Emperor.gif

artigooficmarço15img10O trajeto para Razachai é longo e perigoso, a corrupção e a morte sempre estão a espreita. Contudo, se chegar lá vivo, a você será confiado vislumbrar o cenário fascinante da gloriosa cidade imperial dos Drakens. As fortes paredes de Razachai ainda não sucumbiram ao mal, mas ele lentamente se infiltra em cada rachadura e brecha. A guerra travada contra o forte adversário e suas hordas imundas deixou suas marcas e tornou o outrora próspero centro de aprendizagem e cultura em uma imensa e aterrorizante fortaleza. Contudo, luxuoso palácio do imperador, feito a partir da melhor jade verde, vividamente ainda lembra o esplendor e a magnitude que este local tinha antes da corrupção tomar conta do país.

 

 

White Raven Monastery

Indicação apoiada por: Costello.gif

artigooficmarço15img11Dando abrigo a maior e, por isso, uma das mais importantes bibliotecas de todo o Tibia, o White Raven Monastery é o refúgio perfeito para estudiosos e pesquisadores. Localizado na isolada Isle of Kings, foi construído pelos monges para abrigar os túmulos da nobreza real de Thais, o monastério em si é pobre em aspectos ligados a decoração e adornos, mesmo assim, é um edifício que impressiona. As baixas abóbadas do mosteiro transpiram ares históricos e não existe lugar melhor para contemplar silenciosamente e meditar se não entre as inúmeras estantes de sua biblioteca, cheia da sabedoria e do conhecimento proveniente de gerações.

 

 

 

Hall of the Colossi

Indicação apoiada por: Ushuriel   Ushuriel.gif

artigooficmarço15img12 O caminho que leva diretamente aos braços de Ushuriel, o carrasco cruel e impiedoso, é perigoso e escuro. Talvez, seja um cruel golpe do destino proporcionar a pessoa uma visão tão espetacular antes de sua condenação. O Hall of the Colossi é adornado com enormes estátuas. Cada uma delas, silenciosamente clama por instantes de adoração. Infelizmente, com vários inimigos a espera, poucos viram as costas para eles a fim de contemplar o local. Ainda não se sabe se este local é uma espécie de hall da fama particular de Ushuriel, onde estão expostos como troféus os restos dos adversários mortos, ou, se trata de um memorial, um espaço para servir como túmulo para as lendas que ali foram enterradas e ao destino de antigas raças que foram imortalizadas em esculturas de pedra.

 

 

Portão de Rathleton

Indicação apoiada por: Marvin.gif

artigooficmarço15img13 Eis um exemplo da notável engenharia glooth antes mesmo de entrar na cidade industrial de Rathleton! Um refinado e complexo mecanismo de engrenagens, rodas dentadas e glooth movem suavemente os braços acorrentados da criatura de metal que adorna o portão da cidade. É um monumento que desafia de forma resistente ao tempo e ao vento – um símbolo da ambição e engenhosidade de Rathleton. A cidade inteira é como uma vitrine para as maravilhas da tecnologia moderna e seus cidadãos são defensores de novas normas e direitos sociais. Quem poderia imaginar que minúsculos glooth-worms iriam se tornar fonte de riqueza e progresso?

 

 

The Spike

Indicação apoiada por: Gnommander.gif

artigooficmarço15img14A primeira vista, pode parecer uma maravilha da natureza, mas, a Spike é fruto do conhecimento e perseverança dos gnomos. Antes, do tamanho de um punho, ele cresceu em uma enorme estrutura cristalina cuidada com carinho pelos melhores gnomos especialistas em cristais. O brilho irisado das cores luminosas é uma visão bela e misteriosa que eleva o espírito. Infelizmente, o brilho cintilante não consegue ofuscar o fato de que esta magnífica obra de arte se tornou uma base militar e uma arma. Só podemos esperar que a Spike não desmorone sob esta pressão.

 

 

Zzaion

Indicação apoiada por:   Cael.gif

artigooficmarço15img15Não se sabe muito sobre a história de Zzaion. No passado, ela pode ter sido uma simples cidade lizards , mas hoje é uma das poucas testemunhas das incríveis habilidades e técnicas  dos antigos governantes de Zao. Apesar dos incessantes ataques orcs, os lizards, até agora, tem conseguido manter a cidade a salvo. Infelizmente, diante da necessidade de proteger a cidade, as construções internas foram de alguma forma negligenciadas e caíram em decadência. Contudo, ela ainda mostra traços da esplendorosa arquitetura antiga, característica  marcante da cultura lizard.

 

Demona

Indicação apoiada por: Danae  Warlock.gif

artigooficmarço15img16Embaixo do Fields of Glory, alguns dos mais poderosos magos do Tibia construíram uma cidade: Demona, cidade dos warlocks e da magia! Muito da história deste lugar ainda é um mistério. Warlocks excessivamente hábeis foram, de alguma forma, capazes de controlar a lava subterrânea e construíram Demona para pesquisar sobre magia em busca do segredo da imortalidade. O  Maze of Lost Souls protege a cidade de invasores indesejados. Aqueles que forem capazes de chegar a Demona encontrarão forte resistência. Os warlocks protegem rigorosamente quaisquer conhecimento e tesouros que possam estar escondidos por lá.

 

 

Drefia

Indicação apoiada por:  Omrabas.gif

artigooficmarço15img17Drefia deve ter sido esplêndida em sua época. Foi uma florida e cheia de vida colônia de Thais. No entanto, todo este vigor não estava destinada a durar por muito tempo. Necromancers tomaram conta da cidade e envenenaram os corações de seus habitantes. E, o apoio aos blue djinns nas Djinn Wars selaram seu destino. Desejosos de vingança, os green djinns fizeram com que o deserto o engolisse. Assim, o magnífico lugar foi enterrado sob areia e destroços. Contudo, para piorar, isso só aumentou a força dos mortos-vivos na cidade. Ainda hoje, as ruínas de Drefia são um lugar perigoso, assombrado e coberto por sangue. No entanto, a grandeza da cidade, ainda que perdida há tempos, ecoa em suas ruínas.

 

  • Sidney Ferreira

    Razachai com certeza.

  • KeranaNill

    White Raven Monastery com absoluta certeza, além da historia das quests e tudo mais é a melhor <3

  • Antartico

    Acho que eu escolheria Demona.

  • Fernando Corrêa Witt

    White Raven Monastery, Demona, Dark Cathedral e Inner City… <3

  • Gabriel

    Cade a clássica sala de tps da Pits of Inferno??????
    Dos que estão ai, com certeza Razachai e Inner City são as melhores!

Tv Epaminondas

Patrocínio

Últimas Notícias

Curta a nossa página!