[Artigo Oficial] O Surgimento de Ferumbras!


“Testemunhem os primeiros segundos da minha dominação mundial que será eterna!”
– Disse ele…

Bem, sim, realmente faremos isso. Não há uma forma melhor de obter informações em primeira mão sobre os primeiros segundos da dominação do poderoso Ferumbras do que ouvir Knightmare, veterano do Tibia. Literalmente ele dará seu testemunho dos primeiros dias da aparição de Ferumbras no Tibia. Conte-nos esta história Knightmare!

Os relatos sobre o malvado feiticeiro no Tibia existem há um bom tempo. Na evolução do jogo, ele foi um companheiro de viagem ao longo de muitos anos. Ferumbras tem suas raízes nos primeiros dias de Tibia, esta foi uma de suas primeiras encarnações. De certa forma, ele foi o precursor de muitas coisas que estariam por vir.

Nos primórdios do Tibia, sem a existência de qualquer sistema de magia, não havia sequer a possibilidade remota de se implementar no jogo uma poderosa criatura controlada por um usuário. Simplesmente, isto não faria o menor sentido. Contudo, após uma mudança (radical) do sistema de jogo, tal criação de repente se tornou uma possibilidade. Assim, depois que os jogadores evoluíram um pouco mais e se habituaram ao novo sistema e as vocações, estava preparado o cenário para sua primeira aparição amaldiçoando o Tibia.

Para que Ferumbras representasse de fato uma ameaça aos jogadores, fazendo com que se reunissem para combatê-lo, naquela época haviam cerca de 50 jogadores em leveis relevantes, demos a ele não só características absurdas para motivar o confronto como também a capacidade de fazer runas especiais, que lhe permitiram uma maior flexibilidade de recursos para o combate. Por exemplo, ao usar as runas ele poderia preencher completamente sua barra mana ou health ou mesmo causar dano extra. Além disso, suas runas tinham mais cargas que as dos jogadores. Claro, ele também tinha a habilidade de convocar qualquer uma das criaturas existentes no jogo naquela época.

Assim, com esta configuração definida, um membro da CipSoft (embora não existisse “CipSoft” na época) entrou no jogo como Ferumbras e desafiou os jogadores através de mensagens na tela de jogo. Os jogadores aceitaram o desafio e após algumas árduas e terríveis batalhas conseguiram encurralar o poderoso mago em alguma área remota, que atualmente é uma região infestadas de demônios, e ele foi morto em um combate emocionante.

A notícia se espalhou e logo todos estavam falando sobre Ferumbras, comparando o desafio de enfrenta-lo com as hordas de monstros e coisas do tipo – eles queriam mais.

Baseado na experiência anterior, Ferumbras foi reconfigurado levando a experiência anterior em consideração, e invocado novamente em algumas ocasiões. Como cada vez mais pessoas estavam ansiosas para enfrenta-lo as batalhas estavam exigindo mais do que o planejado da equipe de desenvolvimento do Tibia, enquanto conversava com seu “controlador” me fizeram o convite “pegue-o e se divirta”. Preparado para o desafio, decidi esperar alguns dias e tentar a sorte como o mago mais maligno de todos os tempos.

Porém, quando entrei, surgi no templo de Thais. Eu não esperava por isso. Claro, Ferumbras havia sido morto em sua última luta. Ele pode ter perdido alguns níveis e skills, mas dada a sua extrema força e resistência isso não me incomodou muito.

Felizmente, havia escolhido um momento em que o único servidor existente na época estava mais vazio. Assim, pude entrar no depot sem ser notado e… encontrei meu locker vazio. O mago criado artificialmente nunca havia colocado os pés no depósito. E, lá estava eu, o ser mais poderoso do servidor, sem dinheiro e nu.

Bem, dada a força bruta do Ferumbras, considerei a possibilidade conseguir o que necessitava de uma forma bem rápida para, em seguida, ensinar algumas lições aos jogadores. Então, sai da cidade em busca de algum dinheiro e equipamentos básicos.

artigoabril02.png

Ferumbras era realmente poderoso, mas sem uma runa ou uma arma realmente suas opções eram limitadas. Depois que adquiri algumas coisas tornou-se evidente que o maior mago de todos os tempos, obviamente, nunca se preocupou em melhorar seus skills, nem ao menos o magic level. Qualquer luta contra um adversário mais forte tornava-se um spam de magias de cura e dano. Não tive como pensar uma forma para obter alguns itens realmente bons. Era cada vez mais evidente que a mana rapidamente  se esgota quando se depende exclusivamente do alimento dropado para restaurara-la, até mesmo para a absurdamente alta reserva de mana do Ferumbras.

Para piorar minha situação, alguns dos poucos jogadores online tinham me visto na lista de jogadores online e me desafiavam através de mensagens. Apenas a pouca quantidade de jogadores on line e seu desconhecimento sobre minha situação os mantinham afastados evitando que viessem me caçar.

Finalmente descobri que levaria séculos para conseguir dinheiro suficiente para comprar um número razoável de runas, sem falar da enorme quantidade de mana fluids necessária para completar, ao menos uma vez, toda a barra de mana. E, como já havia experimentado, a mana se esgotava com muita rapidez. Assim, depois de algumas manobras em Thais e de comprar algumas runas, tive que aceitar que, mesmo com melhorias que realizei, não suportaria ao menos uma pequena luta. Então, naquele momento, decidi desistir e encontrar outra forma de, futuramente, perseguir e aterrorizar a população Tibiana- e aqui estou eu ;o)

Então – bem – o Ferumbras mais patético de todos os tempos deslogou de uma vez por todas. Sua próxima encarnação foi um pouco mais elaborada e complicada. Na verdade, Ferumbras retornou completamente invulnerável! Os jogadores tiveram que realizar algumas tarefas RPGisticas que ao final iriam torná-lo vulnerável. Naquela época, funcionava assim: quando as condições eram cumpridas e as tarefas concluídas, a pessoa que o controlava relogava em uma versão vulnerável do Ferumbras. E assim, o poderoso mago foi novamente derrotado. Se não estou enganado, esta  a última vez, que ele apareceu como uma criatura controlada por alguém.

Também tivemos a sua “filha”, Fortinbrae, que apareceu em uma ou duas ocasiões, mas, por algum motivo, ela nunca obteve, nem mesmo como uma remota uma possibilidade, a fama acumulada por seu pai.

O jogo evoluiu, foram adicionados mais servidores, e a memória de Ferumbras resistiu. As pessoas frequentemente perguntavam  pelos eventos e pediam especificamente pelo o re-surgimento de Ferumbras.

Até este momento, eu participava como o Santa Claus Tibiano e dou meu testemunho do quão estressante é dar a atenção merecida a cada um dos poucos servidores que existiam naquela época. Independentemente do que fizesse sempre senti que era insuficiente.

Com o número crescente de servidores, logar com um adversário passou ser uma opção inviável. Além disso, para torna-lo de fato ameaçador era necessário não só criar um personagem realmente forte e resistente, mas também, intencionalmente, matar com ele alguns jogadores. Isso não e era muito confortável. Assim, a solução foi a implementação das invasões.

Desde o início do Tibia, os jogadores pediram por invasões imprevisíveis e desafiadoras de criaturas e cercos às cidades. Desta forma as raids foram introduzidas na tentativa de implementar esta ideia em um formato que garantisse a jogabilidade.

Este conceito também abriu portas para a introdução de bosses especiais. Primeiramente tive que avaliar até que ponto isso seria possível. Com o bom e velho Ferumbras em mente, criei uma criatura que excedia os limites normais e que realmente se tornou uma lenda: Orshabaal.

Seria a primeira tentativa de introdução de um mega-monstro nos moldes do Ferumbras e foi muito bem sucedida. Orshabaal foi considerado imbatível após algumas aparições, até que com a utilização de certas táticas de luring e com o  uso de obstáculos naturais ele foi derrotado ocasionando às primeiras vitórias gloriosas dos servidores.

Estava provado que não só que era possível introduzir algum tipo de “boss” no jogo, como isso também era divertido e algo sejado pelos jogadores desde a primeira aparição de Ferumbras. Então, pode-se considerar Orshabaal como o segundo filho de Fermubras.

Enquanto isso, foram feitas referencias oficiais a Ferumbras in game e, assim, ele tornava-se uma parte fixa da história geral do Tibia. Sem qualquer fundamentação no RPG original, ele, retroativamente, se adequou aos mitos e histórias do Tibia a medida e que estes, separadamente, evoluíam. Desta forma, estava aberto o caminho para alguma forma de retorno glorioso.

Contudo, não queríamos torná-lo mais um monstro furioso que aparece em algum lugar da selva ou em alguma caverna antiga e assim manchar seus ataques memoráveis. Ferumbras merecia algo melhor, o mais dramático retorno do mundo.

artigoabril03O tempo passou,  ficamos mais experientes e confiantes com os projetos de criação de bosses. Também passamos a ter mais ferramentas à nossa disposição. Assim, em uma atualização, finalmente, o flagelo do Tibia recebeu seu próprio local.

Ao invés de atrelarmos sua origem a um personagem comandado por um usuário, decidimos que ele merecia algo um pouco mais glorioso do que um wizard outfit re-colorido. O novo Ferumbras devia ter uma aparência única, mais adequada a sua condição de lenda. Uma  fortaleza foi criada para ser seu local pessoal de preparação, e foi dado a ele loots exclusivos enfatizar sua importância e significado.

Esta nova encarnação visitou muitos mundos, matou muitos heróis e foi muitas vezes morta por esforços heroicos. Claro que, com os jogadores crescendo em poder e aumentando o número de jogadores poderosos, algum dia Ferumbras se tornará noticia antiga. Outras criaturas virão para rivalizar com ele em poder e ameaça, mas nunca em sua glória.

Naturalmente, não só o jogo está evoluindo, mas também os seus desafios. Da mesma forma que o poder dos jogadores, nossa possibilidade de criar formas de batalha divertidas e desafiadoras tem aumentado, além das novas ferramentas à nossa disposição. Então, o que o futuro reserva para a mais antiga e conhecida ameaça do Tibia?

Bem, é claro, que não terminamos aqui com o tema Ferumbras. Ainda há histórias para serem contadas sobre ele, sua origem e seu diário. E, ainda existem oportunidades para abordar temas desafiadores envolvendo sua pessoa e enredo. A última cortina do Ferumbras ainda não caiu, com certeza. Vamos ver o que o futuro trará.

Fique atento!”

Você alguma vez imaginou que mesmo um grande bruxo do mal como Ferumbras poderia ser encontrado de mãos vazias e praticamente sem opções para sobreviver no templo de Thais? Alguma vez já se deparou com a nova versão do Ferumbras, ou mesmo conheceu uma de suas aparições mais antigas?

Conte-nos sua história com Ferumbras!

  • Skiann Torphyx

    Muito bom, só ficou uma pequena parte sem traduzir, essa: ” even a Ferumbras gets old news someday”.

  • Muito legal. Mas, por favor, revisem o texto inteiro. Há muitos erros de digitação, ortografia e gramática. Há frases sem sentido devido a tradução também.

  • Raphael

    Legal 😀

Tv Epaminondas

Patrocínio

Últimas Notícias

Curta a nossa página!