[Interview] Portal Tibia entrevista Stephan Payer!


For english version, click here!

Neste ano, a equipe do Portal Tibia entrevistou Stephan Payer, chefe da equipe financeira e um dos criadores do Tibia! Nesta entrevista ele fala um pouco sobre a vida real, seus trabalhos e projetos.

Boa leitura!


Stephan Payer2Portal Tibia: Hauopa Stephan, obrigado por abrir um espaço na sua agenda para o Portal Tibia e os fãs brasileiros. A comunidade Tibiana se refere a você como um dos deuses do Tibia, um “god”. Você se vê assim? Aproveitando a história tibiana, com qual dos deuses anciãos você mais se identifica? Por quê?

Stephan Payer: Se com o termo “God” vocês se referem aos criadores do Tibia, então sim, eu sou um deles. Mas, se com “God” você quer dizer que eu sou “onisciente”, então não, porque no início, nenhum de nós prevíamos que o Tibia se tornaria tão grande!

Na época em que tudo começou, como eu era o principal responsável pela implementação dos servidores do Tibia, o deus tibiano que eu mais me identificaria provavelmente seria Uman, pois ele era fascinado pelas coerências complexas e sempre queria entender todos os detalhes.

Portal Tibia: Acreditamos que esta é a primeira entrevista realizada com você por um fansite. Toda a comunidade tibiana, em especial a brasileira, está muito curiosa a seu respeito. Afinal, quem é Stephan Payer? Compartilhe conosco algumas informações pessoais como nome, idade e também hobbies, interesses além dos jogos e, porque não, alguma mania.

Stephan Payer: Eu tenho 38 anos, sou casado e pai de três filhos. Sempre que encontro tempo, gosto de ler, fazer caminhadas, andar de bicicleta ou esquiar.

Portal Tibia: Atualmente você ainda joga Tibia? O que mais o diverte? Qual seu tipo de mundo, vocação, local de caça e cidade favoritos?

Stephan Payer: Antes do nascimento dos meus filhos, eu jogava Tibia regularmente em um servidor Open PvP, na época chamado de “PvP normal”. Eu era um sorcerer e costumava viver em Darashia.

Portal Tibia: No artigo publicado em agosto de 2014 você menciona possuir  uma memória especial que em relação aos primórdios Tibianos é a de um encontro com jogadores e fãs e, com a proximidade com a comunidade, perceberam o quanto as pessoas gostam do jogo e se interessavam em ajudar. Você comenta que essa experiência foi um incentivo para continuar o projeto. Contudo, hoje em dia, muitos jogadores se queixam do distanciamento da empresa em relação aos jogadores. Na sua opinião, estas queixas possuem fundamentos? Mudou algo na política da empresa nesse sentido?

Stephan Payer: Claro que seria bom ter contato pessoal com os jogadores. Contudo, a comunidade cresceu muito e a maioria dos nossos jogadores não são da Alemanha. Assim, encontros pessoais seriam realmente difíceis.

Portal Tibia: Em termos de sonhos, projetos, ideais, o que mudou no Stephan da época do “Strike” (1995) para cá? Você vê o Tibia como trabalho, jogo ou uma atividade para se divertir, passar o tempo?

Stephan Payer: Eu continuo gostando muito de trabalhar com o Tibia e com a CipSoft. Tenho muita sorte e sou muito grato por poder ganhar a vida com esse maravilhoso trabalho. Me arrependo um pouco de não estar tão ligado a programação quanto eu costumava estar. No entanto, por outro lado, minhas tarefas gerenciais são muito diversificadas e, portanto, isso também é bem interessante.

Portal Tibia: Em 2013, houve um reestruturamento interno na CipSoft, onde você deixou o cargo de diretor. Você pode nos contar o que o levou a deixar este cargo? Algum arrependimento? Atualmente, quais são suas obrigações e rotinas dentro da CipSoft?

Stephan Payer: Na época, nós quatro notamos que seriam suficientes dois gerentes liderando a empresa, tendo em vista que as decisões seriam tomadas de forma mais rápida. Como eu realmente gosto de trabalhar com desenvolvimento, decidi sair da direção para desenvolver um sistema de pagamento para a CipSoft, assim, nossos jogadores poderiam pagar pelo serviço da forma que melhor lhes conviessem.

Além de ser o responsável pelo sistema de pagamento, também estão sobre minha responsabilidade todo departamento financeiro, atividades referentes aos setores de departamento pessoal e administrativo da CipSoft.

Portal Tibia: Alguma vez imaginou que o Tibia se tornaria um projeto tão grandioso e duradouro? O que mais o surpreendeu na trajetória? Na sua área de atuação, quais os desafios atuais para a continuidade do jogo? O que o motiva a superá-las?

Stephan Payer: Naquela época, não poderíamos imaginar que o Tibia existiria por tantos anos e que haveriam tantos fãs leais e entusiastas. Temos orgulho do Tibia ter se tornado um dos mais antigos jogos de RPG online do mundo que ainda está em atividade.

Eu realmente me surpreendi com o fato do Tibia ter crescido praticamente sozinho, apenas através do boca a boca. Por isso, somos todos realmente muito gratos aos fansites que nos ajudam nisso e apreciamos em especial o trabalho dos administradores dos fansites e todos aqueles que contribuem muito, como por exemplo, os jogadores que gostam de compartilhar informações e que as disponibilizam publicamente em vários idiomas, disseminando as notícias e facilitando para que outros também joguem.

Em relação aos desafios para a continuidade do jogo, receio que eu não seja o entrevistado mais indicado para responder sobre isso, uma vez que eu não estou mais envolvido diretamente no planejamento do Tibia. Esta não é minha área de trabalho e o planejamento é realizado por outra equipe. Então eles seriam mais indicados para falar a respeito dos desafios e das motivações que tem para superá-los.

Portal Tibia: Depois de mais de 15 anos de existência, o Tibia continua com uma comunidade bastante ativa, mas muito diferente da comunidade que iniciou a trajetória do jogo. O que você prevê para o futuro do Tibia? Você acredita que ele ainda pode ser um jogo bastante competitivo no mercado de games, que cresce cada dia mais?

Stephan Payer: Como a comunidade é constituída por pessoas que jogam Tibia há 5-10 anos, ela não muda tão rapidamente. É claro que existem novos jogadores, bem como, existem também jogadores antigos que param de jogar, porém, temos a sorte do Tibia ter uma base forte e esperamos que continue assim.

Está se tornando cada vez mais difícil divulgar o Tibia e atrair novos jogadores, uma vez que, tanto o mercado de jogos na internet, como o das App Stores, tornaram-se muito amplos e grandes.

Portal Tibia: Em 2012, enquanto ainda diretor da CipSoft, você proferiu palestras sobre The Dark Side of Online Games, abordando as temáticas segurança e trapaças, uma delas, inclusive, na Game Developers Conference Europe – Cologne, Germany. Posteriormente, em 2013 e, agora, em 2015, o Tibia sofreu com muitos ataques e a grande quantidade de cheaters no jogo é uma queixa constante. Na sua opinião, o que mudou de 2012 para cá? Há investimentos para melhorar estas questões? Pode nos adiantar algo?

Stephan Payer: Uau, estou impressionado com a pesquisa que fizeram para esta entrevista! Infelizmente, o tema que apresentei naquela época ainda tem relevância hoje. A luta permanente contra os cheaters e as pessoas que realizam ataques DDoS é importante.

Atualmente temos meios automáticos para detectar bots e puni-los. Contudo, a situação está longe de ser a ideal, por isso vamos continuar trabalhando em medidas e processos para melhorá-la ainda mais. Temos também adotado medidas técnicas preventivas nos locais que enfrentam as maiorias dos ataques, e claro, temos que constantemente nos mantermos atualizados. Em ambos os casos, é como uma corrida armamentista.

Portal Tibia: A comunidade especula que muito da permissividade da CipSoft em relação aos cheaters deve-se a fatores financeiros. Como esse tipo de usuário representa um percentual considerável de consumidores de serviços pagos, como premium time não seria interessante um combate mais efetivo dessa pratica. Essas especulações possuem fundamentos? Realmente a exclusão destas contas causaria um impacto considerável nos rendimentos? Pode nos passar alguns números/ dados que reforçam seu ponto de vista? 

Stephan Payer: Apesar dessa não ser minha área de trabalho, é claro que sabemos que há muitas especulações por ai a cerca do que fazemos. Por mais difícil que seja, mantemos uma política interna firme para não compartilharmos nenhuma informação a respeito do nossos processos relativos a botters e não revelar nenhuma informação a esse respeito, nem mesmo ao responder perguntas que pareçam inofensivas.Tenho receio de que esta seja uma típica pergunta para responder: sem comentários. O melhor para nós é que estas questões permaneçam mais misteriosas e menos previsíveis possíveis para quem analisa de fora.

Portal Tibia: No balanço divulgado recentemente, notamos que o faturamento da CipSoft voltou a subir em 2014 após ligeira queda em 2013. A comunidade especula que esta recuperação foi devida a venda de outfits e montarias. Isso é real? Sendo o Tibia o carro chefe da empresa, em que áreas estes recursos estão sendo investidos? Que melhorias podemos esperar?

Stephan Payer: De fato, parte do crescimento do nosso faturamento está relacionado com as vendas de outfits e montarias. Contudo, o aumento dos preços teve um impacto financeiro muito maior no faturamento, devido ao ajuste inflacionário ocorrido no segundo trimestre de 2014. Notem porém, que este foi o primeiro aumento de preços após 9 anos mantendo-os fixos.

É claro que muitos de nossos funcionários ainda estão trabalhando no Tibia e estão implementando novas áreas e funcionalidades, como por exemplo, os recentes lançamentos: Tibia Coins e Store. Então é no Tíbia que investimos a maior parte do dinheiro. Mas, por exemplo, também temos equipes trabalhando em conceitos para novos jogos.

Portal Tibia: Em 2014, com a implementação do novo sistema de pagamento, o Brasil deixou de ter revendedores oficiais e os brasileiros que faziam compras diretamente no site ou por meio de pagamentos internacionais, ficaram sujeitos ao monopólio de uma única empresa, o que gerou uma repercussão negativa na comunidade. Por que no Brasil decidiram pela centralização das transações e uma única empresa, sendo que há empresas brasileiras que atuam como revendedores oficiais em outros países da América do Sul? Realmente não teremos mais na listagem do site oficial revendedores oficiais no Brasil? Sendo os brasileiros o maior percentual de jogadores, sustentar esse monopólio não é uma medida arriscada?

Stephan Payer: Recentemente realizamos um feedback sobre nosso parceiro brasileiro.Tanto os comentários negativos quanto os positivos recebidos foram processados. Nosso parceiro brasileiro oferece todos os métodos de pagamento regulares disponíveis no Brasil e também, oferece suporte de faturamento em português.

No entanto, ele na verdade não é mais um revendedor e sim um provedor de pagamento, sem nenhuma influência nos preços. Então, todos os nossos clientes brasileiros passaram a pagar um preço regular, eles simplesmente são convertidos conforme a taxa de câmbio do dia da negociação. Desta forma, os métodos de pagamento para os clientes brasileiros são muito mais fáceis, transparentes e convenientes.

Portal Tibia: Muitos dos jogadores de Tibia também jogam outros jogos e é comum comparem os custos, não só para manter o status premium, como também para adquirir itens cosméticos. Nesta comparação, o Tibia é classificado como um jogo caro, dados tanto aos recursos que oferece quanto a parte gráfica e sprites. Qual sua opinião sobre esse tipo de comentário? Realmente, pelas características do jogo, os preços se tornam pouco atrativos?

Stephan Payer: Bem, a diversão de um jogo não é definida por gráficos opulentos ou mesmo efeitos sensacionais, mas sim pelo seu conteúdo e sua comunidade, os nossos jogadores gostam disso. Comparado à outros jogos baseados em assinaturas, o Tibia ainda possui preços razoáveis.

Portal Tibia: Com cerca de 3 meses desde a implementação dos Tibias Coins e da Store, já é possível divulgar um balanço, ainda que parcial, sobre o impacto desta nova moeda? Considera que a mudança foi necessária? Por quê?

Stephan Payer: Eu receio que não posso lhes oferecer nenhum número concreto ou relatório de balanço.

Porém, grosseiramente, deixe-me explicar o motivo de termos implementamos os Tibia Coins. Uma moeda virtual é muito mais conveniente para o jogador, porque apenas uma única transação com dinheiro real precisa ser realizada. E depois dela, você pode comprar vários produtos virtuais diferentes, sem precisar fazer outras transações com dinheiro real para cada coisa que você quiser comprar.

Além disso, com esta opção de comércio, os jogadores que antes não tinham a possibilidade de comprar algum bem virtual devido a falta de métodos de pagamento ou por não desejarem gastar dinheiro real, agora passaram a ter possibilidade de também adquirir os produtos desejados ingame, por meio da Store.

Portal Tibia: A entrada do Tibia na Steam é algo muito aguardado e especulado. A mudança nos sistemas de pagamento e produtos oferecidos foi idealizada para se adequar a exigências deles? Você considera que o novo sistema e produtos são formas eficazes para  atrair e fidelizar novos jogadores? Existe planos para implementar promoções, comuns na steam, voltadas para produtos do Tibia?

Stephan Payer: Nosso sistema de pagamento realmente facilita a oferta do Tibia na Steam. Mas, antes que a integração da Steam seja possível, além do sistema de pagamento, existem outras tarefas críticas (como por exemplo os vários ajustes no client, que é um projeto à longo prazo, pois demanda muito tempo). Esperamos que este seja um meio para atrair novos jogadores para o Tibia. Contudo, no momento, não existem planos para realizar qualquer mudança em nosso canal de vendas através de nosso website.

Portal Tibia: Muito obrigado por dividir conosco um pouco do seu tempo! O que podemos esperar do Tibia para 2016? Alguma mensagem para os jogadores brasileiros, em especial, os que acompanham o Portal Tibia?

Stephan Payer1Stephan Payer: Nosso planejamento interno para 2016 ainda não está completo, então não posso dar nenhum detalhe. Claro que continuaremos trabalhando duro para melhorar o Tibia e mantê-lo atrativo para nossos jogadores e faremos o nosso melhor.

Como de costume, informações sobre coisas novas e futuras mudanças serão anunciadas pelo site oficial do Tibia, então tenham certeza de checar frequentemente a sessão de notícias!

Obrigado a todos por acompanharem, divirtam-se e Hauopa! 🙂


Esperamos que você tenha gostado da entrevista tanto quanto nós gostamos de realizá-la!

  • Pateta Ao Volante

    Enquanto ao tibia coins…
    O mercado negro quem está ganhando horrores.
    Estão vendendo kk’s a preços baixos (250 tibia coins saem por 28-30 reais no mercado negro) e chegam até a vender tibia coins por
    preços mais baixos do que o que se gasta comprando pelo site oficial.

  • SENSACIONAL ENTREVISTA !!! PARABÉNS.

    Uma boa ideia seria fazer coberturas de eventos internacionais e divulgá-los através do youtube ou mesmo em entrevistas escrita, falada como tradução por videoconferência, artigos, matérias etc…Por exemplos essas conferências que foram citadas mas nós não tivemos acesso.
    Vocês da imprensa tibiana não teriam como arrumar patrocínio da cip para participar de eventos e convenções desse tipo? Afinal, nós brasileiros não temos apenas um pequeno fansite que gosta de traduzir as notícias, mas sim um grande veículo de divulgação dos produtos de uma empresa internacional e o diretor financeiro percebeu isso.

    • Cerhberuz

      Também concordo que deveria ter uma patrocínio por parte da CIP…
      O Brasil representa uma grande parcela dos jogadores hoje.

  • DeCarvalho

    “Stephan Payer: Bem, a diversão de um jogo não é definida por gráficos opulentos ou mesmo efeitos sensacionais, mas sim pelo seu conteúdo e sua comunidade, os nossos jogadores gostam disso. Comparado à outros jogos baseados em assinaturas, o Tibia ainda possui preços razoáveis.”

    só eu ri disso? sério? claro cada um tem que acreditar no que é seu.. se ele não acreditar nisso.. vai fazer o que né!

  • Rafael Camacho

    O preço realmente tá mto absurdo, caro msm. Sobre o que adorei na entrevista foi que citou as mudanças na forma de pagamentos. Concordo que deve haver revendedores para qm não possui meios de fazer compras internacionais, mas para mim foi um tiro no pé. Além da taxa de R$1,50, agora demora muito para ser liberada a P.A. Antes efetuava o pagamento e segundos depois, puff, já tava P.A. Dependendo do dia que compre chega a demorar 4 a 5 dias pra cair, um absurdo. A última vez q coloquei foi num sexta por volta do meio dia e só caiu na terça depois do SS, surreal! O PT fez uma entrevista show!!!!! Deixou o Stephan perdido e sem palavras e reforça mais uma vez os boatos de que os botters nunca serão eliminados de vez, pois engrossam o capital da Cipsoft. Tb acredito que os tipos de bots são tds pertencentes, de alg maneira, a Cipsoft. Que seja! Tibia para voltar a ser o melhor jogo deveria ter um preço de P.A. melhor e acabar com os botters. Sonhar não custa nada!!!!!

Tv Epaminondas

Patrocínio

Curta a nossa página!