A queda da Inception: A união faz a força!


Todo império chega ao fim. Após pouco mais de 04 anos sendo considerada a guilda dominante do servidor de Pacera a Inception, conhecida popularmente como “Roys“, está prestes a se desfazer. Algo que a pouco tempo atrás parecia impossível de acontecer, ainda mais com todo o poder que guildas parecidas, que se autodenominam “a maior aliança de non-pvp“, detinham. Centenas de personagens com níveis superiores a 500. Guildas menores, as “academys“, alimentando os líderes com milhares de gold coins a cada mês. O que deu errado?

 

12733633_1660126324249884_53265846290442

(Inception)

 

A ditadura Roys

Para entendermos como tudo chegou a este ponto é necessário que seja colocado à vista como funcionava o domínio da Inception em Pacera.

 

Funcionava desta forma: A Inception, após “conquistar” o servidor, fechou respawns e quests consideradas lucrativas; Catacombs, Roshamuul Prison, Nightmare Isles, Ferumbras Ascendant e Hearth of Destruction, todas proibidas para jogadores que não fossem da Inception ou da Inception Academy. Aquele que se atrevesse a montar um time para tentar concluir tais missões ou caçar nos locais citados recebiam automaticamente um hunted, que neste tipo de servidor significa ser importunado 24h por dia, impedindo o jogador de simplesmente jogar.

 

Com um sistema de entrada de novos membros extremamente restrito na guilda principal, você poderia se juntar a Inception Academy. A Academy era uma sub-guildal, que contava com jogadores “descartáveis”. Sim, descartáveis, pois de acordo com o que os próprios líderes da Inception comentavam nos bastidores a guilda secundária servia apenas para alimentar a principal. Os membros da Inception Academy pagavam uma quantia mensal para a principal, algo que girava em torno de 250k por mês.

 

A vida em Pacera

Tudo funcionava muito bem para os Roys. Além de lucrarem com a Inception Academy eles ganhavam uma boa quantia em Tibia Coins de seus hunteds. Os valores de cada hunted eram de 1500 Tibia Coins, variando de acordo com alguma negociação que poderia vir a acontecer.

 

Mesmo com diversos jogadores indo contra a atuação desta guilda, os esforços eram em vão. Ainda eram poucos os que tinham coragem de aguentar ver a sua hunt ser massacrada por três ou quatro jogadores de níveis superiores a 500. Porém vale ressaltar que muitos daqueles que resistiram desde o início se tornaram, no futuro, fundamentais nesta guerra.

 

Quebre as pernas e todo o resto cairá

Por volta do mês de setembro um movimento começou a surgir em Pacera, conforme noticiado em outro fansite brasileiro. Um grupo de antigos jogadores da guilda Boss Hunters. De início estes jogadores queriam apenas jogar como qualquer pessoa gostaria, mas esbarraram nas regras da Inception. Ao tentar realizar a quest Ferumbras Ascendant (uma das quests proibidas) a Boss Hunters foi impedida, o que causou revolta em seus membros. Pode-se dizer que esta foi a fagulha para o início do fim dos Roys.

 

ferumbras_ascendant_cut.jpg

(Boss Hunters conclui a Ferumbras Ascendant, mesmo com a proibição)

 

 

Nos dias que se seguiram, membros da Boss Hunters deram início a uma enorme campanha contra a Inception. Como? … Invadindo respawns? … Dando KS? … Fazendo quests proibidas? … Também… mas uma estratégia foi a peça chave: Desmoralizar a Inception frente aos Academy’s. É isso mesmo! Foi criada uma forte propaganda que visava mostrar aos membros da Academy o quanto eles eram usados pela guilda principal. Além disso, uma dezena de guildas resolveram juntar forças com a Boss Hunters; Aequilibrium, From The Darkness, Sanatorium, Forgotten Temple e jogadores antigos como Niku Nesi, Libosi e Darkeduar foram com todas as forças para cima da Inception Academy, impossibilitando os mesmos de caçarem ou realizarem quests.

 

21730917_521058474909320_148447221276414

(O líder da Inception é derrotado)

 

Com um sentimento de abandono estabelecido em toda a Academy, estes se voltaram contra a guilda principal. O que resultou na saída da líder e dissolução da Academy e até mesmo a saída do líder da própria Inception, Ilbor Roys. A situação se complicou mais ainda, quando o novo líder dos Roys, Yuri Roys, teve uma conversa vazada onde dizia que dominaria o servidor à sua maneira, o que rachou a Inception ao meio, deixando no ar uma desconfiança entre os próprios membros.

 

O fim

Vários membros que não concordavam com a liderança de Yuri Roys se desligaram da guilda. Alguns deles formaram uma nova aliança, a Unbroken Union, que até o momento demonstra querer jogar de maneira amigável.

 

Completamente desestabilizada a Inception já não detinha a força de antes. Pacera se libertou. Os jogadores, unidos, libertaram Pacera.

 

Em sua página no Tibia.com, é informado que a guilda será desfeita no dia 31 de outubro. O espaço de descrição deixa claro o fim da mesma.

 

roys-fim.png

 

Influência em outros servidores

De acordo com o que se tem notado, a queda da Inception abalou fortemente as bases da “Aliança“. Tanto que as guildas que faziam parte deste esquema não usam mais a tag da Aliança em suas descrições.

 

Foi notado também uma mudança de postura por parte de algumas destas guildas. Algumas mudaram drasticamente suas atitudes do dia para a noite. Seria por medo da comunidade se revoltar, como aconteceu em Pacera?

 

Questão de tempo

Com o fim da magia Find Person (exiva), a implantação do BattlEye e uma possível volta dos GM’s ao jogo, é certo de que guildas como a Inception e outras que faziam parte da “Aliança” estão com os dias contados. A menos que mudem suas atitudes, o fim delas é inegável.

 

Chegamos ao fim deste artigo com a pergunta: Você vai deixar que não o deixem jogar o seu jogo?

Tv Epaminondas

Patrocínio

Curta a nossa página!