Artigo Oficial: Uma visita a Kazordoon!


Kazordoon, famosa por sua arquitetura de rochas cortadas e centro do império anão localizado no meio do continente principal do Tibia.

História


Antes de os anões criar esta gigantesca cidade montanhosa, ela era apenas uma enorme rocha homogênea. Kazordoon foi esculpida na era conhecida como Idade do Caos, o tempo antes da humanidade ser criada, na época em que os deuses antigos criaram os elfos e anões para lutar contra as esmagadoras criaturas sombrias de Zathroth e seus guarda-costas. Os elfos e os anões eram muito fracos para prevalecer sobre a ameaça negra que governou sobre quase todo o Tibia. No entanto, ambas as raças conseguiram não  se render, ao contrário de todas as outras raças que tinham sido enviadas para o Tibia para lutar contra as trevas. Enquanto os elfos encontraram seu asilo nas profundezas das florestas impenetráveis, os anões escolheram a gigantesca montanha anciã, a Big Old One, como sua nova residência.

Clique para ampliar!

Os anões tiveram um monte de boas razões para escolher esta pedra colossal como seu novo lar. A natureza da montanha ofereceu várias vantagens: espaço suficiente para toda uma nação e a possibilidade de expandir em qualquer direção sem ser visto na superfície. Um rio subterrâneo e a possibilidade de cultivar cogumelos e trigo resolveram os problemas de água potável e suprimento de comida desde o primeiro dia.
Além disso, não é fácil de encontrar, mas fácil se defender contra qualquer superioridade hostil. Mesmo que existam várias entradas para Kazordoon, poucas tropas são necessárias para defender os corredores estreitos para o reino.

Devido a este isolamento seguro e secreto do resto do mundo, era possível para a raça dos anões se desenvolvesse em várias direções. Seja a habilidade para preparar a maravilhosa cerveja de cogumelo ou suas qualidades de cultivo, os anões sabem como impressionar. Eles são autossustentáveis e assim, suas habilidades melhoraram muito durante todos esses anos de isolamento. A forjadura dos anões, que é incomparável em relação a qualquer outro ferreiro e sua habilidade única de mineração são apenas outros exemplos de sua perícia inigualável. Na verdade, parece que não há uma rocha ou montanha que está a salvo de um martelo anão e uma picareta. Além disso, os cientistas anões usaram bem o seu tempo para melhorar as suas tecnologias e levaram algumas delas quase à perfeição como, por exemplo, a tecnologia de vapor.
Naturalmente, as habilidades de combate do exército dos anões não devem ser esquecidas. Mesmo a melhor armadura e arma não fazem de um homem um bom guerreiro, a menos que ele seja experiente e treinado em combate. Embora o foco dos elfos seja o poder natural dos druidas e a agilidade de paladinos, os anões treinam suas tropas como feiticeiros ou cavaleiros. A combinação de suas habilidades de luta superiores, a facilidade de defender as estruturas de Kazordoon, e armaduras magníficas são a razão pela qual nenhum inimigo jamais conseguiu conquistar o império dos anões, ainda.

Um exemplo das habilidades de luta superiores e da coragem dos anões foi a chamada Guerra de Boas-Vindas. Esta guerra ocorreu perto da ponte sul de Kazordoon, mais conhecida como Dwarven Bridge, e durou cerca de um ano. Nessa guerra, os guerreiros anões mostraram às hordas de orcs a sua supremacia militar e saíram como vitoriosos, apesar de estarem em menor número.

Kazordoon Hoje

Hoje em dia, Kazordoon deixou seu isolamento e está aberta para todos. Os visitantes viajam para lá para contemplar a arquitetura da cidade montanhosa e, claro, o famoso Colosso de Kazordoon que foi construído como um meio de impedimento, uma fortaleza e como um monumento.
Aventureiros e exploradores vem à Kazordoon para procurar quests e tesouros escondidos nos túneis mais profundos. O mistério do basilisco, por exemplo, ainda é um dos segredos mais bem guardados do Tibia. Mulheres valentes e destemidos homens estão tentando resolver esse enigma até hoje. Mesmo para aqueles que não estão interessados ​​em tais histórias, esta cidade tem muito a oferecer para corações valentes. Você pode passar horas ou até dias nas minas internas e externas de Kazordoon, lutando contra dwarfs renegados, que abandonaram a civilização e reivindicam o poderio sobre as partes mais profundas deste lugar. Você também deve estar preparado para enfrentar criaturas mais fortes, como as giant spiders, que transformaram uma parte das minas em seu incubatório.

Comerciantes vêm aqui para adquirir armaduras e armas dos anões, vendendo-as com lucro para todos os guerreiros e aventureiros do Tibia. Outros ainda, somente vêm para saborear a famosa cerveja dos anões ou fazer uma pausa do barulhento e movimentado mundo na pacífica e quieta Kazordoon.

Hoje, Kazordoon é governada pelo Emperor Kruzak Dustbeard, que vive em seu trono em um dos andares superiores. Se você estiver procurando por uma promoção, você pode pedir por uma audiência com o imperador. Normalmente, se você é digno e disposto a doar uma taxa, Kruzak vai promovê-lo a um elite knight, um master sorcerer, um elder druid ou um royal paladin. Mas você deve escolher suas palavras cuidadosamente se decidir falar com ele: o poderoso governante fica na cerimônia e punirá  todos os que não seguir a etiqueta.

Atrações Turísticas

Clique para ampliar!

Existe mais do que uma única entrada para o império dos anões de Kazordoon. A entrada principal, que você avista após passar pelo famoso Colosso, o leva para uma longa passagem com lavas e pilares (1) onde você pode escolher se utilizará um vagão ou prosseguirá seu caminho a pé. Depois de subir as escadas à nordeste (2) ou escolhendo o vagão correto (3), você chegará ao depot de Kazordoon. Ali você encontrará Lokur, que administra a central de correios e o banco de Kazordoon. Ele ainda vende tickets mensais para o uso do sistema de vagões da cidade. Utilizando os vagões corretos, você consegue chegar diretamente ao portão principal, o templo, os shops ou o barco a vapor, que se localiza nas profundezas das minas de Kazordoon. Utilizando o barco a vapor, você pode viajar para Cormaya ou Farmine, basta conversar com Brodrosh e solicitar uma passagem. Você também pode comprar os tickets semanais com ele.
Um andar abaixo do depot você encontra algumas lojas e a taverna da cidade. Ao norte, você encontrará Kroox e Uzgod, que compram e vendem uma grande quantidade de armaduras e armas. A loja de equipamentos de Nezil e Bezil está localizada à leste do depot. Se você estiver procurando diamantes, colares ou um anél de casamento para sua amada esposa então faça uma visita à Tezila. Sua joalheria está localizada no mesmo andar que as outras lojas, um pouco mais ao sul da loja de equipamentos. Se você não está interessado em compras ou quer apenas sentar e dar uma relaxada, você pode dar uma passada na taverna do Jolly Axeman, à oeste da loja de armas do Uzgod. Aproveite também e bata um papo com a Maryza ou o Jimbim e saboreie o aroma único da famosa cerveja dos anões e outras iguarias.
Caso esteja interessado nas de Amaro de Quester e sua vida entre os rotworms, tenha uma conversa com Humgolf e as suas Rotworms para compreender melhor a gentil e honesta natureza dessas criaturas. Você pode encontrá-lo à nodeste da taverna do Jolly Axeman.

Se você deixar o depot à oeste, poderá ver uma das famosas forjas (5). Caminhe mais para o oeste e você encontrará algumas escadas. Se descer (6), ao lado da loja de móveis de Iwar, você se encontrará no andar das lojas de equipamentos, armaduras e armas. Se você continuar descendo, poderá visitar o distrito do templo para se tornar um cidadão de Kazordoon, ou as salas de jogos para passar algum tempo jogando. Você poderá encontrar o grande geomancer Kawill e o pyromancer chefe, Pydar, que vendem ambas as partes da blessing Spark of the Phoenix. Lá embaixo, você poderá ver as grandes fazendas de cogumelos de Kazordoon, pare pela cervejaria mushroombeer, ou visite Talphion, o chefe technomancer da guilda dos technomancers.
Além disso, você encontrará a entrada para as minas internas de Kazordoon e o caminho para Dwacatra, a ilha prisão. Se decidir ir até lá é melhor afiar a sua lâmina, uma vez que os prisioneiros lá são aprisionados por uma razão.

Se, ao invés de descer, você subir as escadas à oeste (7), você chegará ao Arsenal e ao Halls of Sorcery, onde encontrará Etzel, guardião dos segredos mágicos e professor de feitiços, e Sigurd, trabalhador da loja de magia de Etzel. Seguindo dois andares para cima, está a sala do trono onde reside o Imperador Kruzak. Perto do trono, você pode se maravilhar com a sala de tesouros de Kazordoon que merece totalmente sua visita caso seja de seu interesse presenciar com seus próprios olhos uma Dragon Scale Legs, por exemplo.

À noroeste do depot existem duas outras escadas que o levam às fazendas (8) ou a fortaleza Colosso (9). Nas fazendas, você pode aproveitar a vista magnífica ou se despedir da cidade da montanha através de um elevador e uma passagem secreta. Rumores dizem que caso você queira visitar a famosa fortaleza Colosso, você precisará de uma certa chave. No entanto, ainda não há provas de que alguém tenha realmente entrado na fortaleza. Outro enigma da cidade da montanha.

Caso queira participar de uma competição ou assistir a um torneio de lutas, o fosso de combates (10) é o lugar certo. Perto dessa pequena arena, você consegue avistar a Marble Guildhall (11), que é uma das três guildhalls localizadas dentro de Kazordoon. As outras duas guildhalls são a Granite Guildhall e a Iron Guild Hall. Todas são admiráveis obras-prima da arquitetura dos anões, assim como toda a cidade.

Fatos sobre Kazordoon atualmente

  • Aproximadamente 2,17% de todos os Tibianos residem em Kazordoon nos dias de hoje;
  • Cerca de 84% dos habitantes de Kazordoon são homens, e apenas cerca de 16% são mulheres;
  • Parece que os cidadãos de Kazordoon não querem saber de compromissos. Cerca de 97,55% deles são solteiros;
  • O level médio dos personagens que residem em Kazordoon é de 29 – em comparação: o level médio dos jogadores em Carlin é 22,44; em Edron 34,69; em Yalahar 78,89;
  • A principal vocação encontrada em Kazordoon é o knight, que corresponde a 42% da população;
  • 15% de todos os cidadãos são druids;
  • 23% de todos os cidadãos são sorcerers;
  • 19% de todos os cidadãos são paladins.

No final das contas, é fácil se perder em Kazordoon. É altamente recomendável ter um guia confiável ao seu lado quando você visitar a cidade montanhosa dos anões pela primeira vez. Mas mesmo se Kazordoon parecer ser muito confusa e ser difícil manter o controle do mapa, diz-se que uma vez na vida, todo mundo deveria visitar este lugar gigantesco e evidênciar as habilidades dos anões. Com sorte você também encontrará um caminho de volta novamente.

Aproveite a sua estadia em Kazordoon!
Seus Community Managers e Equipe Portal Tibia!

  • author image
    Jean Fox
    abr 13, 2012 @ 8:34 am

    Adoro Kaz, passei meus ultimos 12 meses de premmy com aquela primeira casa q fica ao lado do dp, mas fiquei free e é aquela coisa, pouca gente se interessa pelas casas de Kaz, então esta vazia agora…. uma pena.
    Sempre que ando por lá, lembro do meu início no tibia… nossa qtas lembranças…. aliás alguém já viu a branca de neve e os sete anões q tem lá?!! Será q um dia a cip irá resgatar essas antigas histórias e dar sequência?? pq essa npc continua lá… e pelo visto nunca vai acordar rsrsrs… e o basilisk então… será mesmo q ele guarda um thunder hammer…. 🙂

  • author image
    Xavier
    abr 13, 2012 @ 11:38 am

    Gostei muito do post! Parabéns!

    Kazordoon é a cidade do tibia que mais mexe com a minha imaginação. Tem um ar superior, com estátuas e estruturas colossais dignas mesmo de Khazad-dûm, a cidade dos anões de Tolkien.
    O sistema de transporte individual, o steam bolt e outras coisitas mais me fazem manter sempre ao menos um personagem em kazordoon para dar um passeio de vez em quando.

    Continue com esses artigos! Estou ansioso pelos próximos.

  • author image
    nazz
    abr 13, 2012 @ 16:36 pm

    realmente interressante, pena que não deu nenhuma pista sobre o colosso ou o basilisco

    • author image
      Tulio
      abr 15, 2012 @ 10:08 am

      não sabe onde é o colosso?

  • author image
    Iorek
    abr 15, 2012 @ 1:10 am

    super interessante essa materia, adorei =)

  • author image
    guerreirinho
    abr 15, 2012 @ 10:31 am

    comecei a andar em lvl 20 fiquei la ate lvl 30 sabia de có a cidade,todos os npcs escadas e tudo,pena que não jogo mais,e kazz tem hunts fracas.deveriam aumentar os resp de la, um resp pra lvl 80+ eu acho
    fala serio quem nunca teve que ir correndo pra kazz salvar um rl ou amigo nb q esta perdido em kazz, nao sabe oque é emoçao kkkkkk 🙄

    • author image
      Hihohi
      abr 18, 2012 @ 15:02 pm

      Mas kazz tem area de hunt lvl 80+, só que quase ninguem sabe, assim como quase ninguem sabe como chegar no basilisk e como entrar no colosso. 😉 fica a dica.

  • author image
    Jimmy Pegorino
    abr 16, 2012 @ 0:14 am

    História Show!

  • author image
    Ever Sena
    abr 17, 2012 @ 4:15 am

    kazz é uma cidade surpreendente!
    muita coisa mudou nos ultimos patchs
    Está melhor que nunca

  • author image
    renan
    abr 22, 2012 @ 22:18 pm

    eita que vou jaja exploar o maximo q eu puder 😀

  • author image
    Mestre Nardi
    maio 1, 2012 @ 21:28 pm

    Gosto muito de ouvir o lado RPGístico do Tibia escrito pela CipSoft

  • author image
    Pedro
    maio 3, 2012 @ 10:35 am

    Pra andar em Kazz só com GPS, muito fácil se perder por lá, e muito bom pra fazer traps tbm.

  • author image
    Iorek
    maio 6, 2012 @ 10:20 am

    Adoro esses artigos de rpg, se alguem tiver interesse, confira tambem o artigo que criei sobre a relaçao entre Kazordoon e Beregar =) está no forum do portaltibia!

  • author image
    Bruno
    maio 7, 2012 @ 13:32 pm

    kazordoon é bom para fugir quando estamos pklizando kkkkk

Tv Epaminondas

Patrocínio

Últimas Notícias

Curta a nossa página!