Spirithunter: É um bom título!?


Enquanto aguardava na agencia dos correios de Edron, Snoopy Moony ouviu estranhos comentando algo sobre Spirithunter. Imediatamente aquelas palavras do chamaram atenção. Ela estava desesperada por uma nova aventura e ansiosa para descobrir mais, passou a prestar mais atenção ao que era conversa … foi ao contrário de desconhecidos citando o nome de seu amigo Spectulus e suas ideias loucas. Nesse momento, ela sabia exatamente onde ir, certamente, se estivesse com um novo projeto, Spectulus do daria pistas.

spirithunter.jpg?1507066419

Excitada, ela subiu como escadas da Magic Academy de Edron para entrar no laboratório de Spectulus, entretanto, antes que pudesse falar qualquer coisa, ele é um cumprimento como se já estivesse a sua espera: “- Ah, olá novamente Snoopy Moony! Eu tenho uma ou duas missões para você. Tenho também algumas tarefas como os meninos da ajuda de alguém “.

Perplexa, ela pediu que ele continuasse e, assim, um convidou para fazer algumas investigações científicas. não é muito parecido, mas quando ele perguntou: “- você não tem medo de fantasmas, certo?” ela sentiu-se aliviada. De fato, agora sim ela estava diante de uma nova aventura.

Quando Spectulus perguntou se poderia explicar pelo menos três dos seguintes termos: infestações, aparições coletivas, segregações ectoplasmáticas, fenômenos de campo eco-mágicos, consciência subconsciente neuro-especulativa de espíritos, fantasmas e / ou ghasts, ela disse que sim, mesmo sem ter pensado sobre isso primeiro. Ela queria que esta missão fosse dada a ela e não queria que nada atrapalhasse seu caminho. Agora, no entanto, as palavras ressoavam em sua cabeça e o pavor começou a aparecer. A maioria daqueles termos não significavam nada para ela. Sua insegurança estava aumentando. O que ele esperava dela? “Espero dar conta”, ela se preocupou.

Spectulus parecia satisfeito com a confirmação inicial: “Excelente! Você topa? Mais interessante… “, Disse ele -“Devemos definitivamente converter uma encarnação real da alma em esporos super luminescente que confirmei recentemente em condições laboratoriais. Tenho certeza que você ficará satisfeita de ouvir que as fontes mágicas influenciam o psy – Ah, Ah desculpe, me empolguei um pouco. Ufa! Digamos que eu não posso esperar!

Spectulus explicou que tem trabalhado ao lado de Sinclair para descobrir mais sobre os fenômenos tão complexos como os fantasmas. Algo que ele disse soou curioso: “não só explicaremos, iremos “remove-los”. Mas antes, precisamos descobrir mais sobre fantasmas em geral. Eu ainda preciso de mais informações e valores para calibrar adequadamente a condução mágica dos atratores de faíscas alaranjadas e turquesa, que precisam ser capazes de conter as emissões fantasmagóricas. Então, você topa?” Perguntou ele, e Snoopy concordou, embora ela não tinha mais tanta certeza. Suas palavras foram direto para sua cabeça, mas como poderia recusar a missão, sendo que já tinha aceitado anteriormente o convite.

Sem notar sua incerteza, Spectulus, entregou-lhe uma espécie de varinha que ele chamou de medidor de espíritos, pediu que não a quebrasse e a enviou para o cemitério de Edron. Ela olhou para o item que acabara de receber e lançou a Spectulus um olhar questionador. Ele explicou: é um espectroscópio modificado. Rapidamente descobrimos como melhorar o campo mágico entorno de cristais comuns para que possam ser capazes de absorver e refletir qualquer tipo e quantidade de energia emitida por todos os tipos de espírito. Nosso objetivo atual é calibrar e afinar a ressonância.

Não tenho certeza se aquelas palavras realmente esclareceram qualquer coisa, ela não se atreveu a incomodar Spectulus. Sentiu-se pressionada por fingir que realmente tinha entendido o que acabara de ouvir. Então, ela decidiu simplesmente ir ao cemitério. Ela sabia onde era o local e o que esperar: milhares de Ghouls e Skeletons. Até pouco tempo atrás, aquilo a teria assustado, mas ela havia ganhado mais confiança e sabia lidar com eles, eles não eram mais uma ameaça. Ela ficou aliviada, ao menos essa parte de aventura não parecia ameaçar sua vida. Ela ainda não sabia o que fazer com o medidor de espírito, mas esperava ter uma ideia depois que chegasse.

screeniegraveyard.jpg?1507066477

Ela já havia matado vários Ghouls e Skeletons antes de começar a pensar mais sobre sua missão. Ela decidiu seguir seus instintos ao invés de simplesmente continuar com a tentativa e erro. Ela segurou o medidor de espíritos as duas mãos, apontou-o para uma lápide e tentou utiliza-lo, da mesma forma como utiliza uma rod. Quando nada aconteceu, ela repetiu colocando um pouco mais de força. O que ocorreu depois foi algo bem nojento: uma substancia incrivelmente viscosa saiu das fendas na velha lápide e começou a ataca-la! Ela rapidamente matou aquele limo viscoso. Surpresa com aquilo e um pouco sem fôlego, ela tentou novamente. E de novo. E de novo. Toda vez acontecia a mesma coisa.

Ela não estava certa de que isso era realmente o que Spectulos queria que ela descobrisse, mas aquilo parecia uma descoberta estranha e importante para ser informada. Feliz por ter conseguido alguns resultados, ela montou Truly Dooly e deixou aquele local horrível…

Deixe-me ver o medidor espectral, disse Spectulus. Hmmm… essas notícias que você tráz são graves – uhm, você sabe o que quero dizer. Mas isso é incrível! Agora eu sei com certeza que para calibrar é  preciso melhorar as rajadas curtas de energia.

Não sabendo o que o uso da expressão grave significava, ela decidiu permanecer quieta. Ela não sabia se Spectulus estava realmente satisfeito. Ele a convidou para ajudar ainda mais na pesquisa, e isso foi um alívio. Ele a enviou para o andar de baixo, ao laboratório de Sinclair, para obter uma gaiola espiritual para coletar a essência de um fantasma comum para análise posterior.
Snoopy, ainda sem entender, ouvia com gratidão as explicações que Sinclair lhe ofereceu, depois de ter trabalhado um pouco com esse estranho dispositivo que ele agora mostrou a ela: a jaula do espírito é uma versão portátil e segura da câmara espiritual. Você pode mudar sua posição enquanto estiver ativo. A barreira mágica é infinitamente menor e irá mudar de acordo. No entanto, ele só pode conter um número limitado de espíritos ou fantasmas. A gaiola espiritual foi calibrada com base em alguns testes que fizemos – assim como suas descobertas recentes no cemitério. Usando o dispositivo nos restos de um fantasma logo após sua derrota, deve coloca-lo dentro dessa armadilha. Poderemos então transferi-lo para a nossa câmara espiritual, que de fato é uma barreira mágica. No início, no entanto, precisamos que você encontre um espécime e traga-o aqui para testar a capacidade do dispositivo. Você está pronto para isso?
Ela confirmou, perguntando-se onde ela encontraria um fantasma, mas aliviada por ter compreendido claramente sua tarefa. Ela tinha ouvido rumores sobre navios fantasmas e pensou sobre isso, mas como você procura um navio fantasma? Ela nem sabia se esses rumores eram verdadeiros, então ela ignorou essa idéia.
Embora ela nunca tivesse visto um fantasma quando estava lá, ela tinha ouvido que os fantasmas tinham sido vistos nas ruínas assombradas de Drefia em Darama. Algumas pessoas disseram que eram almas dos ex-habitantes. Mesmo que isso fosse apenas uma espécie de taberna, também, Drefia parecia o melhor plano.
Ela começou a se preparar. Se certificou de que tinha poções, runas, dinheiro, e claro, também comida. Ela montou em Truly Dooly e partiu para Darashia viajando de tapete mágico. Eles passaram pelo deserto para chegar às montanhas no oeste, que ela sabia que tinham que atravessar. Durante a jornada, ela estudou um pouco de magia em seu livro de encantamentos. Ela estava nervosa. Ela sabia como chegar a Drefia, mas nunca tinha cruzado esse complexo de montanhas sozinha. Ela também estava assustada com os  Demons Skeletons. A última vez em que ela esteve em Drefia com alguns amigos, ela quase foi morta. Entretanto, agora ela já tinha mais experiência, então ela poderia se defender contra eles. Ela só precisava de concentração e foco.

fightingskellies.jpg?1507066598

Depois de algum tempo em Drefia, ela começou a se sentir mais confiante. Ela matou o Ghoul, Warrior Skeleton e Demon Skeletons um atrás do outro em sequência em tantos ladrinhos escondidos na areia e finalmente perdeu todo o medo até ficar impaciênciente. Ela até viu um Zombie, mas nada de fantasma (Ghost) ainda. Ela queria sair desse lugar quente e horrível. Deve haver fantasmas em algum lugar. Se não aqui entre todos esses seres mortos-vivos, onde então? Pensou. Ela até começou a temer que os fantasmas nem existissem e que Spectulus e Sinclair haviam ficado loucos, como as pessoas da agência de correios comentavam.
Mas então, quando ela foi mais para o oeste, ela de repente viu uma sombra branca transparente do canto de seus olhos, escondendo-se em uma das ruínas. Ela sabia que finalmente havia encontrado! Ela observou por um tempo, e depois se aproximou cuidadosamente de seu alvo, limpando silenciosamente a área em torno dela, de modo que ela tivesse espaço e tempo suficiente para usar a gaiola espiritual sem se colocar em perigo desnecessário. Pegar um fantasma (Ghost) acabou por ser uma tarefa tediosa, mas conseguiu. Quando ela usou a gaiola, uma luz brilhante irradiou seu interior e arrastou toda a energia restante do fantasma para dentro dela.
ghostbuster.jpg?1507066662
Orgulhosa e aliviado de poder finalmente deixar aquela área quente, voltou para casa. Esta terra deserta não era para ela. Ela estava ansiosa para retornar aos prados verdes e exuberantes em torno de Edron e estava mesmo ansiosa para sentir a brisa fresca e úmida dentro das paredes do castelo …
Quando Sinclair perguntou se ela realmente havia capturado um fantasma, notou um pouco de descrença nos olhos dele. Então, seu orgulho protestou, mas ela  o engoliu e guardar pra sí todas queixas sobre essa missão que haviam surgido em sua mente durante sua longa viagem de volta. Ela entregou a gaiola como se tudo isso tivesse sido fácil como fazer uma torta.
Sinclair pegou a gaiola e transferiu a essência do fantasma para a câmara espiritual. Você realmente nos ajudou muito com isso. Obrigado Snoopy Moony! Disse ele. Eu duvido que teremos muito tempo para buscar novos espécimes em um futuro próximo. Se você gosta, pode continuar ajudando a encontrar e capturar mais fantasmas diferentes.
Snoopy Moony estava de queixos no chão, então Spirithunter foi realmente alguém que caçava fantasmas? Sentiu-se um tanto estranha –  Não imaginava aquilo. O título parecia tão legal e excitante. Lembrando o quanto se sentiu mal em Drefia e o tempo que levou para encontrar um fantasma, ela respondeu de forma rápida: Muito obrigada pela oferta, Sinclair! Porém, eu vou ter que pensar sobre isso, no momento Truly Dooly precisa da minha atenção. Eu – uhm – posso voltar em um outro momento?
Sem esperar por uma resposta, ela desceu as escadas e correu em direção a Stonehome. Sem a visão da Magic Academy, ela se deixou cair no suave prado verde e fresco. Abraçou a terra e ficou muito feliz por voltar para casa. Spirithunter. Sim, bom título. Para outra pessoa! Pensou.

Tv Epaminondas

Patrocínio

Últimas Notícias

Curta a nossa página!